Produção mundial de açúcar deve alcançar recorde, afirma Organização Internacional do Açúcar

A produção mundial de açúcar deverá bater um recorde na safra atual de 2017/2018, em 184,170 milhões de toneladas para 185,215 milhões de toneladas no ciclo 2018/2019. Os dados foram apresentados pela Organização Internacional do Açúcar (OIA), por meio do relatório trimestral Market Outlook, que apontaram para o começo da safra em outubro e encerramento em setembro de 2019, fato inédito no documento.

A expectativa é que haja um aumento da produção global de mais de 1,045 milhão de toneladas, além de um ganho da oferta pela Índia de até 1,75 milhão de toneladas em comparação com a safra atual. Já o Brasil  deve mostrar um crescimento moderado, graças a normalização das condições climáticas normais do país e da recuperação gradual na safra 2019/2020. Em contrapartida, a Tailândia e a União Europeia devem apresentar redução da produção da safra de 2017/2018 para a de 2018/2019 ,de 1,420 milhão de toneladas e 1,066 milhão de toneladas, respectivamente.

A taxa de crescimento prevista para 2018/2019 está de acordo com a média de dez anos, que é de 1,67%. Quem afirma isso é a OIA. O valor total esperado para 2017/2018 é de cerca de 175,573 milhões de toneladas de açúcar. Já para 2018/2019, o valor esperado é de 178,468.

Um aumento de 2,895 milhões de toneladas de açúcar. Em percentual, podemos esperar um aumento de 1,65%.